>  >  > 
5 cidades visitadas em Portugal, uma amostra de um país sem pressa

Em Lisboa aprecie a luz; no Porto prove o vinho e embarque para o Douro; em Coimbra, estude o amor; em Faro parta para uma ilha deserta e em Évora descubra os sabores alentejanos.

Lisboa

Esta “menina e moça” é cantada pelos olhos emocionados dos fadistas apaixonados pela sua beleza melancólica. Não deixe de ouvir um fado vadio numa típica taberna de Alfama ou da Mouraria. Lisboa é luz, aprecie-a do alto do Castelo de S. Jorge ou no topo do Parque Eduardo VII. Aspire o cheiro da maresia e saboreie uma sardinha assada. Vá de elétrico a Belém, coma um pastel e deixe-se viajar até ao tempo das descobertas.

Porto

Atravesse a pé a centenária Ponte D. Luís e sentirá a vertigem de uma cidade que embala o rio e o apanhará de surpresa. Em Gaia, visite as Caves do Vinho do Porto e apanhe o cruzeiro rumo aos Socalcos, que são Património da Humanidade, assim como o Porto. Suba os Clérigos, veja o pôr do sol na Foz, jante uma francesinha e assista a um concerto da moderna Casa da Música. Renda-se ao Porto.

Coimbra

“Coimbra tem mais encanto na hora da despedida”, cantam os estudantes, mas você vai gostar dela desde o primeiro instante. Lá em cima, no meio das capas negras académicas, contemple a cidade a partir da Torre da Cabra. Desça pelo Jardim Botânico e deixe-se levar pelas águas do Mondego, sem pressas. Na outra margem esperam-no o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, que já esteve submerso, e a Fonte dos Amores, que testemunha um romance intemporal.

Faro

A região consiste em um prolongamento do mar e oferece-lhe uns chocos fritos à algarvia únicos. Saia para passear dentro das ameias do castelo, vá à Sé, à Câmara e ao Seminário, desde o Arco da Vila, e entre em todas as suas misteriosas e magníficas portas. Depois saia e apanhe um barco até as ilhas desertas da Ria Formosa. Praia, sol, natureza, gastronomia e história são os legados da capital do Algarve.

Évora

O tempo passa por Évora como uma brisa suave, amaciando e embelezando esta cidade de origem romana. Um dos principais pontos a serem visitados é o Templo de Diana. A harmonia desse conjunto arquitetónico ganha mais encanto pelo enquadramento natural que o envolve: as planícies alentejanas a perder de vista. Visite a Sé, passeie pelas ruas medievais e pare na Praça do Giraldo, onde pode provar o Alentejo.

Photo : Porto at Night, Portugal, © Carson Liu – Fotolia.com

Comments

comments

Compartilhe o artigo