>  >  > 
Uma Viagem de Carro de Contos de Fada na Alemanha

Todos conhecemos a Alemanha pelas suas salsichas suculentas, enormes cervejas e festivais de meio de Outono. Mas também pode procurar por uma Alemanha que não seja cliché. Onde as linhas que dividem o passado do presente e contos de fadas da realidade não são tão definidas… No Sul da Alemanha, entre os Alpes, os castelos, os lagos e a história profunda, pode escrever o seu próprio conto de fadas, na estrada.

Munique, capital da Baviera

015_MUNCHEN_162496351

Parta de Munique, capital da região da Baviera e a terceira maior cidade da Alemanha. Se você alugue uma viatura diretamente no aeroporto, assegure-se de que risca os principais pontos turísticos da sua lista e inclui o Marienplatz, a maior praça central da cidade. Aí, pode ver Alemães a seguir as suas vidas diárias entre os pontos de referência espalhados dentro e em volta da praça. Mesmo no centro é a Mariensäule, uma coluna com uma estátua dourada da Virgem Maria em cima. Para oeste é a Frauenkirche, a principal catedral e um símbolo da cidade.
Mas bela como Munique é, a Alemanha que anseia por conhecer não pode ser encontrada nas suas maiores cidades. Fica além disso.

Garmisch e Partenkirchen

015_GARMISCH_495958514

Se quer sombrio, romântico e fantástico, conduza foras dos destinos mais visitados e descubra as cidades e paisagens que têm resistido ao teste do tempo.
Ponha o cinto, esqueça limites de velocidade (afinal de contas, estamos na Alemanha) e dirija-se para sul na Autobahn 95 para Garmisch-Partenkirchen, uma cidade resort de montanha na fronteira Austríaca, que oferece vistas para a montanha mais alta da Alemanha.
As cidades de Garmisch e Partenkirchen permaneceram separadas até 1935. Irá notar a diferença abissal entre as duas metades da cidade conforme conduz por elas: Garmisch adquiriu um estilo mais moderno e polido enquanto Partenkirchen, com as suas ruas de paralelepípedos e frescos desbotados, manteve a sua pátina histórica. A partir daí vai encontrar vários trilhos para explorar (a andar a pé) da zona de Zugspitze, conhecida como a montanha mais alta da Alemanha.
Desfrute de um pequeno-almoço bávaro de Weißwuascht (salsicha branca) servido com senf (mostarda doce) e pretzels suaves, antes de retomar o banco da frente e conduzir em volta da face norte de Ammergebirge. Siga-o à volta até ao seu ponto mais ocidental – admirando a beleza majestosa das montanhas ao longo do caminho – e, brevemente, irá chegar a Schwangau.

Sobre a Estrada Romântica: Schwangau a Augsburg ao longo do Lech

015_FORGGENSEE_499252970

Schwangau é a extremidade mais a sul da paisagem Alemã ‘Estrada Romântica’, a estrada rural norte. Aqui é onde a condução pelo campo começa, finalmente: desde o início, será mimado com alguns dos mais belos tesouros da Alemanha, tanto naturais como feitos pelo homem.
Os quatro lagos que ladeiam a estrada da encosta da montanha (Bannwaldsee, Forggensee, Schwansee e Alpsee) são de tirar o fôlego e irão fornecer uma ampla distração visual conforme anda a passo lento ao longo deles.
Irá, indubitavelmente, chegar a uma paragem abrupta à vista dos castelos de Hohenschwangau e Neuschwanstein. Estes feitos de génios humanos são tão inacreditáveis como eram grandiosos.
O castelo de Neuschwanstein, certamente o mais impressionante dos dois, ergue-se numa colina com vista para os imaculados lagos alpinos e sopés acidentados de Schwangau. O monumento parece como se tivesse emergido de um sonho e inspirou os gostos do próprio Disney, no qual a Bela Adormecida vai buscar inspiração.
De Schwangau, deve dirigir-se norte para Augsburg na Estrada Romântica. Este trecho de viagem passa-se paralelamente ao rio Lech. Muitos dos locais medievais escondidos na Alemanha Bávara estão espalhados ao longo dele.
Augsburg é uma das mais antigas cidades na Alemanha e apresenta bela arquitetura Renascentista. A arquitetura da sua câmara municipal e catedral – que justapõe estilos romântico e gótico – são de particular interesse.

Até às vinhas de Würzburg, através de Harburg e Nördlingen

015_WURZBURG_493530850

De Augsburg, a Estrada Romântica muda, repentinamente, de direção para a sua extremidade norte de Würzburg. A cidade é reconhecida pelo seu vinho, e pode celebrar aí, moderadamente, o fim da sua viagem de carro com algumas das melhores uvas do Sul da Alemanha.
Ao longo da viagem, há muito para ver a partir dos limites da sua viatura de aluguer – é a beleza da Estrada Romântica – assegure-se de fazer as duas paragens antes de chegar a Würzburg.
A sua primeira paragem é em Harburg (ou Schwaben Harburg como é conhecido para distingui-la de uma cidade homónima na região de Hamburgo). É uma cidade pequena que nunca deixou a Idade Média, ou, pelo menos, é isso que parece.
Conforme se aproxima, um grande castelo no topo de uma colina deve emergir diante. Siga na sua direção, admire a arquitetura e desfrute de um café no hotel-restaurante que reside dentro. Daqui de cima, pode ver a maior parte de uma cidade que parou na história. Passe cerca de uma hora a conduzir ao longo das estradas campestres e aprecie a pacífica paisagem Alemã antes de se dirigir, durante meia hora, até à estrada para Nördlingen.
O mais interessante acerca deste destino é que a cidade foi construída na cratera deixada pela queda de um meteorito há 15 milhões de anos. E é uma das restantes três cidades na Alemanha com uma muralha intacta.
Dedique algum tempo a esticar as pernas aqui. O Museu Rieskrater está focado em meteoritos e nas suas colisões com a terra. A coleção apresenta diversas rochas lunares de missões da NASA e também vai aprender tudo sobre a cratera em que a cidade se situa: curiosamente, muitas das paredes de pedra da cidade contêm diamantes que se formaram no interior do leito de rocha da cidade após a colisão do meteorito.
Antes de voltar para o carro e se despachar para o destino final de Würzburg, suba ao Campanário de St. George, uma torre de igreja que os moradores carinhosamente apelidam “Daniel”.
Este fornece vistas arrebatadoras e deslumbrantes sobre a cidade e uma grande oportunidade fotográfica. Para os de vocês que assistiram a Charlie & The Chocolate Factory, a vista do Elevador de Vidro na cena final é a vista que está a testemunhar diante de si, com mais ou menos meio século.
De seguida, deverá levar menos de duas horas de carro até Würzburg e terminar uma viagem cheia de vistas espetaculares dos Alpes, castelos fantásticos, meteoritos e história inquietante.

Comments

comments

Compartilhe o artigo