>  >  > 
Road Trip: Itália, da estrada dos Lagos à estrada das Dolomitas

Entre os italianos e o carro, há uma verdadeira história de amor com fundo de buzinas barulhentas e de lendárias marcas, reputadas no mundo inteiro pela sua elegância única e a potência da sua motorização.

Tenha o prazer de conduzir pelas estradas de Verona e a bela região dos lagos até à famosa estrada das Dolomitas. Enquanto desfilam panoramas magníficos pelo retrovisor, terá a ocasião de olhar para estas regiões alpinas italianas de uma forma mais autêntica, tanto a nível cultural como gastronómico, longe das capitais agitadas e das multidões de verão.

Em Verona, seguindo os passos de Romeu e Julieta

verone

Ponto de partida da sua road trip em direção às Dolomitas, Verona é conhecida por ser a cidade mítica dos amantes de Shakespeare. Mas é também uma cidade milenar cheia de tesouros históricos e arquitetónicos. Vai apreciar fazer ali a sua primeira paragem.

Visitar Verona oferece-lhe a oportunidade de viajar no tempo, através dos vestígios da Antiguidade romana, às fortificações da época medieval passando pelas perspetivas monumentais do Renascimento. A partir das praças do centro da cidade onde o pitoresco mercado de legumes rodeia os grandes palácios, aceda aos sítios obrigatórios de Verona: a majestosa Piazza dei Seignori (a praça dos Senhores), a vibrante Piazza delle erbe (construída no antigo fórum romano), os pontos fortificados do Ádige e a incontornável varanda da casa de Julieta.

Com certeza uma das cidades mais bonitas do Vêneto, Verona está inscrita no património da humanidade pelo seu urbanismo e sua arquitetura, e perceberá porquê depois de passar ali o primeiro dia.

Ainda, antes de entrar no seu carro alugado e dirigir-se à estrada dos lagos, não deixe de provar as especialidades locais: os gnocchi à base de batata, a polenta ou o famoso risotto com salame.

Na estrada para o lago de Garda

garde

O lago de Garda é uma das escapadas rodoviárias mais escolhidas pelos turistas, contentes por aproveitar o clima privilegiado e os sítios idílicos que se refletem na água límpida do maior lago da Itália. Conduza ao longo das margens deste imenso lago e em 50 quilómetros, atravesse 3 províncias italianas, o Vêneto, a Lombardia e o Trentino-Alto Ádige.

Atravessam os seus olhos paisagens tão diversificadas como as das vinhas de Valpolicella, dos limoeiros e oliveiras de Gargnano, emblemáticas da vegetação mediterrânica, ou do massivo do Baldo, acessível de teleférico para uma vista do lago de cortar a respiração. Durante o seu percurso não ignore certas etapas essenciais, através da estrada costeira.

Visite primeiro os vestígios romanos da Península de Sermione, pequena cidade turística e animada, situada num promontório rodeado por água, onde a cantora Maria Callas adorava descansar. Explorar o sul de carro permite-lhe igualmente fazer uma pausa na «costa de oliva», o litoral onde se encontra a estação balnear de Bardolino, combinando descobertas culturais, descanso na praia e cultura vitícola. Na nacional 572, descubra os verdadeiros cantinhos de paraíso, como a elegante estação balnear de Salo ou Gardone Riviera que abrigam a área do Vittoriale, joia do lago de Garda.

Ao longo da estrada, alterne entre o prazer de conduzir nas largas vias de colinas do sul e o de subir nas vias estreitas acompanhadas de rochas íngremes que o levam ao norte.

Pé leve sobre o acelerador de forma a aproveitar o ponto de vista das montanhas instauradas no lago, alternar a visita das bonitas aldeias com escalas nos cantos mais escondidos, ou fazer uma pausa numa osteria, bares típicos onde se degusta o famoso Prosecco e o Spritz ou numa trattoria, que lhe oferece deliciosos menus com produtos locais.
Termine o seu percurso a conduzir até Riva del Garda, à extremidade setentrional do lago. Esquecerá a frescura do clima face à beleza das paisagens e dos sítios históricos. Eis a última etapa da sua escapada rodoviária à volta do lago de Garda, ali onde se abre o caminhos das Dolomitas.

Escala em Bolzano

bolzano

Deixe para trás a estrada sinuosa que percorre as margens do lago de Garda e junte-se ao ballet de viaturas que chegam a Bolzano, capital do Alto-Ádige, alto lugar entre as províncias italianas e as regiões germânicas. Aliás, a língua mais utilizada aqui é o alemão.

Mais do que uma estação de esqui escolhida por amadores, Bolzano é o portal do famoso parque natural das Dolomitas, um dos mais bonitos sítios naturais de Itália, classificado património da Unesco. O maciço das Dolomitas é uma cordilheira rochosa também conhecida com o nome de Monti Pallidi (Montes Pálidos), devido ao calcário branco que a constitui. Esta joia geológica oferece-lhe um panorama único no mundo com uma sucessão de picos escarpados, paredes rochosas e geleiras que atravessam diversas províncias.

Nos dias bons, encontrará uma vegetação exuberante, com pomares e vinhas, entre outros. Descobrirá os sabores típicos desta natureza opulenta na cozinha regional que combina as tradições da Europa central e do litoral mediterrânico. Feito tradicionalmente, o speck é um delicioso presunto fumado protegido por uma apelação IGP e de grande qualidade, também o vinho novo cujas castas DOC Lagrein e Santa Maddalena exprimem aromas incomparáveis reconhecidas internacionalmente.

Chegada à Cortina d’Ampezzo através da estrada das Dolomitas

cortina

Para alcançar de carro a região do Ádige no Vêneto, é imperativo que registe no seu GPS a estrada das Dolomitas que o famoso arquiteto Le Corbusier qualificou como «a mais bela arquitetura do mundo».

De facto, não pode escolher nenhum outro itinerário para fechar a sua road trip italiana que não esta magnífica via panorâmica, desdobrando-se por mais de 100 quilómetros de paisagens de cortar a respiração que se estendem de este a oeste.

Conte várias horas de carro através das vias estreitas e desfiladeiros vertiginosos até ao lago Karersee, já privilegiado por Sissi imperatriz como lugar veraneio, particularmente reputado pelas suas águas límpidas verdes e azuis, nas quais se refletem as montanhas. Daí, uma das mais bonitas caminhadas alpinas estão disponíveis e mesmo se não for um grande amante de caminhadas, não poderá resistir aos panoramas oferecidos por esse maciço montanhoso único, classificado património mundial da Unesco.

E os apaixonados pela condução em montanha poderão sentir a alma de um piloto de rally. : sinta o prazer nas tantas curvas apertadas que atravessam os desfiladeiros e os vales de pinheiros até à linha de chegada, a Cortina d’Ampezzo, elegante estação de esqui querida tanto aos italianos como aos turistas.

Comments

comments

Compartilhe o artigo